Want your
own Fotopage?






 
Chopp Duplo

By: Luiz Eduardo

[Recommend this Fotopage] | [Share this Fotopage]
View complete fotopage

Sunday, 13-Jul-2008 02:15 Email | Share | Bookmark
Pasta 57 - A 1001 semi-urbana

108.024 - Viale O500M
108.284 - Viale 1628
108.269 - Viale 1722
108.081 - Viale 1722
108.757 - Viale 1722
108.254 - Cidade I 1620
108.595 - Viale 1722
108.100 - Cidade II 1721
108.020 - O371UP
108.019 - Ciferal LPO
108.292 - Viale 1721
108.282 - Alpha 1620
11443 - Metropolitana LPO
A 1001 é a maior empresa de transporte rodoviário do Rio, contando com mais de 600 ônibus. Tal quantitativo, aliado à vasta área atendida pela empresa, impôs a descentralização de suas atividades: há vários setores, tanto rodoviários quanto urbanos. As operações urbanas são de difícil visualização e serão vistas resumidamente aqui.

A história começa em Niterói e São Gonçalo, mas não com as linhas que vemos hoje em dia. A operação da 1001 na região equivale aos setores Itaboraí e Laranjal do grupo RIo Ita: Niterói x Alcântara, Niterói x Marambaia, Niterói x Venda das Pedras e Niterói x Cachoeiras de Macacu, entre outras. Em 1974, a empresa foi uma das pioneiras a operar na Ponte (linhas Alcântara x Penha e Alcântara x São Cristóvão). Posteriormente este setor urbano será trocado de forma escalonada pelas linhas rodoviárias da Rio Ita no Noroeste fluminense.

No início da década de 90, outras linhas foram conseguidas. A 1001 consegue entrar no eixo Centro de Niterói x Icaraí x Charitas, inicialmente com a linha 750D (a popular Charitas x Gávea, operada em pool com a Rio Ita - 712D), depois com a 740D (Charitas x Copacabana, em pool com a Braso Lisboa) e terminando com a 760D (Charitas x Galeão), adquirida da Rio Minho. Houve diversas variantes das três linhas: Charitas x Gávea via Lapa (extinta), Santa Úrsula e a direta via Rebouças, a Charitas x Copacabana (741D) e a efêmera Charitas x Cacuia. Ainda em Niterói, estão baseadas as linhas que ligam a cidade à Baixada Litorânea (Araruama e Saquarema), muito procuradas especialmente em feriados prolongados.

Em Nova Friburgo, se localiza o outro setor urbano da empresa. Os carros são caracterizados pela ausência do número da linha (como os horários são fixos, a identificação se dá pelo nome) e pela falta de roleta, com o cobrador sendo móvel. As rotas abrangem grande parte dos municípios da região (Cantagalo, Cordeiro, Bom Jardim, Macuco, Trajano de Morais, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto). A linha de Cachoeiras de Macacu possivelmente é a mais conhecida, sendo de grande valia para ir de São Gonçalo e Itaboraí até Friburgo.

Por fim, há as operações emergenciais. Há dois anos, a 1001, a Macabu e a Macaense constituíram um pool para operar emergencialmente as linhas da São Cristóvão (RJ 151), como Macaé x Quissamã e Campos x Quissamã. Atualmente, a empresa fluminense opera temporariamente as rotas da Sâo Joaquim (RJ 199), na região de Campos.

Em destaque, uma foto de cada momento descrito acima: Metropolitana na atual 484M; um O371UP do início dos anos 90 na 996; um Viale 2001 alocado no setor Friburgo, e um dos poucos Alpha 1620 fazendo a Macaé x Quissamã.







As fotos não-creditadas podem ser vistas em www.ciadeonibus.com. Respeite este espaço e os comentantes, moderando seu recado.

Visite: www.autoviacao1001.com.br e www.detro.rj.gov.br




View complete fotopage


© Pidgin Technologies Ltd. 2014.

ns4008229.ip-198-27-68.net